NF Serviço


Carta de Correção de Nota Fiscal

Nota Fiscal Carta de Correção

Já ouviu falar de carta de correção de notas fiscais? A legislação vigente exige apresentação de carta de correção de nota fiscal quando há erros verificados na conferência aduaneira e que nesses casos, é possível a correção. Confira como fazer uma carta de correção de nota fiscal.

carta correcao nota fiscal Carta de Correção de Nota Fiscal

A Carta de correção de nota fiscal é uma declaração de que involuntariamente o responsável pela emissão da nota fiscal errou na extração da mesma, mas que procede com a correção em duas vias e também acompanhado de uma carta ao cliente que corrigirá as notas fiscais que estão sob sua posse. Dessa maneira, tanto o emissor da nota fiscal com erro e o cliente ficam amparados legalmente sobre as correções realizadas evitando futuros problemas fiscais.

Esta carta deve conter alguns dados essenciais como o CNPJ da empresa, nome da empresa, endereço da mesma, especificar os dados com irregularidade que a própria carta de correção apresenta vários exemplos de erros como Razão social, erro no endereço, no município declarado, data de emissão, unidade do produto, descrição, preço unitário, valor IPI, valor ICMS, alíquota ICMS, isenção IPI, isenção ICMS, espécie, nota fiscal saída, número de nota fiscal, outras ocasiões de erros.

Existem na web alguns serviços online que disponibilizam a realização da carta de correção de nota fiscal e se você está procurando por um modelo, oferecemos aqui um modelo de carta de correção de notas fiscais para o dono da empresa ou responsável pela mesma possa confeccionar uma e imprimi-la.

Confira um modelo de carta de errata de nota fiscal para você imprimir e preencher acessando o seguinte link: Carta Correção Nota Fiscal

O site da Receita Federal também dá informações sobre a carta de correção de nota fiscal principalmente quanto à legislação sobre a mesma: acesse www.receita.fazenda.gov.br/manuaisweb/exportacao/topicos/conferencia-aduaneira/Divergencias-e-Exigencias/Carta-de-Correcao.htm.

No caso da nota fiscal eletrônica não existe nenhuma determinação legal sobre isso, mas os estabelecimentos que emitem nota fiscal eletrônica, quando a erro, costumam fazer a correção de forma impressa. Por isso, fiquem de olho nisso, tanto quem trabalha com nota fiscal como também o como cliente.

Postado em Emissão, NF ServiçoComente

Nota Fiscal Eletrônica de Serviços – NFS-e

Saiba o que é a NFS-e – Nota Fiscal Eletrônica de Serviços

nota fiscal eletronica de servico Nota Fiscal Eletrônica de Serviços   NFS e

O projeto piloto da Nota Fiscal Eletrônica foi iniciado em 2005 no qual a principal questão era substituir as tradicionais notas ficais impressas, a principal característica da nota fiscal eletrônica é ser um documento digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o propósito de documentar, para fins fiscais, sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do remetente concedida pelo Fisco. As primeiras notas fiscais foram emitidas em Goiás e Rio Grande do Sul, a partir daí a nota fiscal eletrônica deixou de ser um projeto e se transformou em um controle fiscal e oficial recebido pelas Secretarias de fazenda de vários outros estados.

Em 2010 a NFS-e (Nota Fiscal de Serviços Eletrônica) se tornou algo massivo no Brasil, com a obrigatoriedade em algumas cidades como no Rio de Janeiro, para prestadores de serviços, como estacionamentos, escolas particulares, academias, dentre outros. Como a NFS-e é de competência municipal, cabe a cada prefeitura estabelecer seus próprios padrões. Ao contrario do que muitos pensam a NFS-e não substitui o cupom fiscal.

As prefeituras incentivam os cidadãos dos municípios a utilizarem a NFS-e, desta maneira os clientes ganham créditos. Normalmente o sistema de “devolução” é esse, o cliente que pedir a emissão da NFS-e poderá utilizar parte do ISS (Imposto Sobre Serviço) recolhido para abater no IPTU ou ter o dinheiro depositado em conta corrente ou poupança.

Para termos uma noção dos valores pegamos o exemplo da Nota fiscal eletrônica de serviços de SP, lembrando que há diferença entre a Nota fiscal Paulistana (prefeitura) e a Nota fiscal Paulista (governo), a cidade já realizou a liberação de R$ 647.815.202 em créditos para seus clientes, e contam com 352.497 mil prestadores de serviços autorizados a emitir a Nota Fiscal de Serviço eletrônico.

Os prestadores de serviços que aderirem a esse tipo de documento na cidade terão algumas vantagens, como redução de custos de impressão e de armazenagem de documentos fiscais, maiores controle de emissão de NFS-e, possibilidade de envio da NFS-e por email, entre outras. Em caso de duvidas acesse o site da sua cidade.

Postado em NF Serviço, Nota Fiscal EletrônicaComentários (1)

Nota Fiscal de Serviço – Emissão, Eletrônica e Avulsa

Nota Fiscal de Serviço – Saiba o que é, como preencher e mais dicas

Está precisando fazer a emissão de uma Nota Fiscal de Serviço ou nota Fiscal de Serviço Eletrônica e não tem a miníma ideia de como fazer? Confira instruções de como fazer a sua NF de serviço passo a passo.

nota fiscal de servico Nota Fiscal de Serviço   Emissão, Eletrônica e Avulsa

Para emitir uma Nota Fiscal de Serviço, conheça como e o roteiro básico de preenchimento dos diversos campos que compõe os modelos padrão de notas de serviços, podendo também ser nota fiscal de serviço eletrônica ou notas fiscais avulsas.

Como fazer uma nota fiscal de Serviço passo a passo:

  1. Tomador do Serviço: deve ser preenchido com o nome do tomador do serviço, se pessoa física, ou com a razão social, se pessoa jurídica.
  2. Endereço: deve ser informado além da rua ou avenida, o complemento, como numero do estabelecimento, bairro ou distrito.
  3. Cidade: informar a cidade do tomador do serviço.
  4. Estado: informar o estado do tomador do serviço.
  5. CNPJ/CPF: preencher corretamente com o numero do CNPJ, se pessoa jurídica, ou CPF, se pessoa física.
  6. Inscrição Municipal: devera ser informado neste campo o numero Inscrição Municipal do tomador do serviço.
  7. Data da emissão: preencher com o dia, mês, ano correspondentes a emissão da nota fiscal.
  8. Quantidade: se o serviço for prestado usando-se como forma de medição a quantidade, este campo devera ser utilizado para informar a quantidade do serviço prestado.
  9. Unidade: esse campo usualmente fica vazio, já que em casos de serviços que são calculados por hora, este dado vem especificado no próximo campo      “Discriminação do Serviço”, porem, em caso de necessidade deve ser informada a unidade de medida (horas, metros, quilômetros, etc.)
  10. Descrição dos serviços: descrever os serviços permitindo uma perfeita identificação do mesmo, sempre de acordo com o Contrato firmado entre prestador e tomador dos serviços.
  11. Preço unitário: deve ser informado o preço de venda unitário do serviço, caso haja esta condição.
  12. Total: deve ser informado o valor total, ou seja, o valor unitário multiplicado pela quantidade.
  13. Valor total dos serviços: esse vai ser preenchido com a soma de todos os totais dos serviços prestados.
  14. Retenção de ISS na fonte: serviços sujeitos a ISS deverão consultar a legislação vigente, além do Contrato de Prestação de Serviços onde devera constar expressamente a obrigatoriedade ou não da referida retenção.
  15. Outras retenções: nesse campo se informa o somatório das outras retenções que o serviço esta sujeito, tais como IRRF, PIS/COFINS/CSLL, Cauções, etc. Valor a pagar I – (II + III): deve ser informado o valor liquido da Nota Fiscal de Serviço.

Esses campos são os básicos no preenchimento de uma nota fiscal de serviço avulsa ou não, portanto deve-se verificar atentamente todos os itens para não ir com informações incorretas, o que pode ocasionar futuros problemas.

Postado em NF Serviço, Nota Fiscal EletrônicaComentários (3)